Twitter Facebook

CUT CONTICOM > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > ESPÍRITO SANTO: APÓS GREVE POR MUDANÇA NA REPRESENTAÇÃO SINDICAL, TRABALHADORES DA USIMINAS CONQUISTAM BENEFÍCIOS PELO SINTRACONST

Espírito Santo: Após greve por mudança na representação sindical, trabalhadores da Usiminas conquistam benefícios pelo SINTRACONST

14/03/2019

Acordo foi firmado junto ao Ministério Público do Trabalho

Escrito por: Redação CONTICOM

                Durante 10 dias, 172 trabalhadores de uma obra da USIMINAS no município de Serra, região metropolitana de Vitória, cruzaram os braços exigindo que a empresa reconheça o SINTRACONST nas negociações coletivas. A greve começou no dia 1.º de março e só foi encerrada após audiência no Ministério Público do Trabalho, realizada nesta terça-feira, 12,  que resultou em várias conquistas.Contudo, a empresa não aceitou a mudança da representação sindical mesmo a categoria não reconhecendo o Sindicato dos Metalúrgicos.

                “Após intermediação do SINSTRACONST E MPT, os grevistas conquistaram alguns benefícios, contudo, a empresa se coloca irredutível na questão da representação sindical o que indica novas lutas dos trabalhadores. A greve resultou na conquista do café da manhã e na formação de uma comissão, cujos membros terão estabilidade no emprego. Outra conquista importante foi a anistia dos dias de paralisação sobre os quais não deverá ocorrer nenhum desconto”, relata Virley Santos, presidente do SINTRACONST.

 

Comissão

 

                Virley avalia que a conquista da comissão de negociação permanente, formada por trabalhadores com estabilidade no emprego representa um grande avanço. “Os trabalhadores da Usiminas já provaram que não estão para brincadeira e que levarão adiante a luta em busca dos direitos contidos na Convenção Coletiva do SINTRACONST. Vamos acompanhar e dar todo suporte para que esta comissão tenha sucesso nas negociações futuras”, garantiu o sindicalista.

 

Reintegração

 

                Os trabalhadores exigiram ainda a reintegração de 2 trabalhadores demitidos no processo de mobilização que foram reintegrados pela empresa.  “Se houver outras retaliações, haverá nova paralisação”, afirma Virley.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Saúde e Segurança DIEESE CPN NR 18 Brasil Atual Compromisso Nacional - Aperfeiçoamento das Condições de Trabalho na Indústria da Consturção
NEWSLETTER

Digite seu e-mail para receber nossos informativos


CONTICOM

Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo SP | Telefone (0xx11) 3330-3668 - Fax (0xx11) 3330 3669