Twitter Facebook

CUT CONTICOM > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > GREVE NA MRV/CAMPINAS TERMINA COM VITÓRIA DOS TRABALHADORES

Greve na MRV/Campinas termina com vitória dos trabalhadores

27/08/2021

Paralisação durou 45 dias e expôs o quanto a empresa trata de forma desigual seus trabalhadores

Escrito por: Redação CONTICOM, com informações do Sinticom/Campinas

 

            Depois de 45 dias de paralisação, os trabalhadores da MRV em Campinas, liderados pelo Sinticom, encerraram, nesta quinta-feira, 26, a greve que entrou para a história como uma das mais importantes dos últimos tempos. Em assembleia, os trabalhadores aceitaram a proposta mediada pelo Tribunal Regional do Trabalho.

            Para o presidente da CONTICOM, Claudio Gomes, a importância dessa greve não se dá apenas pelo fato de que a perseverança do movimento levou à uma vitória significativa. “Para além da conquista de uma PLR mais justa e melhores condições de trabalho, os 700 trabalhadores da MRV Campinas mostraram para outros milhares espalhados por todo o país, de que a empresa não pode continuar tratando seus trabalhadores de forma desigual e injusta”, ressaltou Claudinho.

            É o caso de Campo Grande, onde os trabalhadores iniciaram recentemente uma mobilização pelo direito à PLR. Saiba mais AQUI.

 

45 dias de luta

Os trabalhadores da MRV/Campinas estavam em GREVE desde 13 de Julho por melhores condições de trabalho nos canteiros de obras e também por uma PLR justa. “Foi uma GREVE muito dura devido à intransigência da empresa em não querer negociar com os trabalhadores”, relatou o Sinticom em nota publicada no Facebook.
 

“A determinação e a firmeza dos trabalhadores grevistas foram fundamentais para conseguir os avanços obtidos, eles aguentaram mais de um mês de paralisação e não cederam aos ataques da empresa que cortou o pagamento dos salários antes mesmo da decisão judicial", diz nota.


 

Resultados

Uma das principais reivindicações dos grevistas se referia ao pagamento de um valor mais justo de PLR. Nesse sentido, a negociação da Participação nos Lucros e Resultados se deu sobre o período de 2020 e 2021.

Para o ano de 2020, a empresa terá de pagar R$ 1.090,00 ainda no mês de setembro. Já para o ano de 2021 ficou acordado o pagamento de R$ 830,00 a ser pago no início do ano de 2022.
 

 

Acordo sobre os dias parados

Segundo a nota do Sinticom/Campinas, “além dos valores do PLR ficou acordado também que os dias de paralisação serão pagos pela empresa já na próxima semana, onde 30% desses dias serão compensados pelos trabalhadores. Todos os trabalhadores das obras paralisadas terão 90 dias de estabilidade”.

 

           

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

CUT Nacional Ação sindical e ativismo ambiental na Amazônia Projeto Sindicalismo e Juventude
NEWSLETTER

Digite seu e-mail para receber nossos informativos


CONTICOM

Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo SP | Telefone (0xx11) 3330-3668 - Fax (0xx11) 3330 3669