Twitter Facebook

CUT CONTICOM > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > REPORTAGEM DENUNCIA QUE MÉDICOS LIGADOS À ETERNIT ABAFARAM MORTES POR EXPOSIÇÃO AO AMIANTO

Reportagem denuncia que médicos ligados à Eternit abafaram mortes por exposição ao amianto

13/01/2020

Matéria do Portal The Intercept revela como funcionava o esquema da empresa para tentar fugir da culpa pela morte e adoecimento de trabalhadores expostos ao amianto.

Escrito por: Redação SINTRACON Curitiba

O Portal de Notícias The Intercept Brasil publicou nesta semana uma reportagem que denuncia o esquema da mineradora Sama, da Eternit, junto com médicos, para abafar as mortes e adoecimentos de trabalhadores causados pela exposição ao amianto.

A matéria especial “Doutores da Morte”, assinada pela jornalista Nayara Felizardo, revela que muitos trabalhadores da mineradora no município de Minaçu, interior de Goiás, foram vítimas da exposição ao amianto, mas os laudos emitidos por médicos pagos pela empresa apresentavam outras causas para as enfermidades e óbitos dos trabalhadores.

O amianto é uma fibra natural utilizada como matéria-prima na fabricação de telhas e caixas d’água. O problema é que ele é altamente cancerígeno e a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou que seu uso seja banido no mundo todo. Mais de 60 países já proibiram o amianto. No Brasil, o Supremo Tribunal Federal determinou o fim da exploração da fibra em 2017, mas a operação da mineradora Sama só parou mesmo em fevereiro de 2019.

Para ler a reportagem completa, clique aqui!

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Saúde e Segurança DIEESE Brasil Atual
NEWSLETTER

Digite seu e-mail para receber nossos informativos


CONTICOM

Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo SP | Telefone (0xx11) 3330-3668 - Fax (0xx11) 3330 3669