Twitter Facebook

CUT CONTICOM > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > FEDERAÇÃO DO RAMO DA CONSTRUÇÃO E MADEIRA DA CUT/SP ELEGE NOVA DIRETORIA

Federação do ramo da construção e madeira da CUT/SP elege nova diretoria

04/10/2019

Em Congresso, a entidade debateu os desafios para os trabalhadores da construção, mobiliário e madeira frente à conjuntura política e econômica

Escrito por: Redação CONTICOM

 

                A Federação Solidária dos Trabalhadores da Indústria da Construção, do Mobiliário e da Madeira da CUT/SP (FSCM-CUT), realizou seu 3.º Congresso nos dias 28 e 30 de setembro, no município de Santa Isabel, interior paulista. Com ampla participação de delegados e delegadas das entidades filiadas, o evento debateu os desafios para o próximo período, deliberou as principais ações e elegeu a nova diretoria da Federação.

Temas como conjuntura política, ampliação da sindicalização e representação sindical, impactos da reforma trabalhista e combate à reforma da previdência e aos desmontes dos direitos promovidos por Bolsonaro e seus aliados no Congresso, foram debatidos durante o desenvolvimento da programação.

 

Desafios

                O presidente reeleito da FSCM-CUT, Josemar Bernardes André, destacou que o Congresso da entidade aconteceu em meio um dos momentos mais difíceis para o conjunto dos trabalhadores na construção, que vive um dos piores índices de desemprego desde o ano 2000. “Neste momento, a Federação terá um papel muito importante, no sentido de continuarmos organizando os sindicatos filiados no Estado de São Paulo frente à este momento difícil da economia brasileira, onde o setor da Construção Civil, em especial, passa por um processo gigantesco de desemprego”, afirma.

                Para o presidente da CONTICOM, Claudio Gomes, que participou do Congresso a classe trabalhadora vive um dos períodos mais críticos desde a retomada da democracia com a Constituição de 1988. “Tudo o que conquistamos em nosso Estado Democrático e de Direitos está ameaçado. Esse governo é contra a democracia e contra tudo que possa garantir direitos, emprego e renda para a população”, analisou o sindicalista.

Claudinho falou também sobre a Operação Lava Jato e como ela destruiu os postos de trabalho no setor da construção gerando grande impacto na organização sindical da categoria. “Foram centenas de milhares de postos de trabalho que deixaram de existir após uma operação policial irresponsável e com finalidades políticas escancaradas pelos vazamentos recém divulgados pelo Intercept. A retomada do desenvolvimento do setor da construção é algo urgente no Brasil, mas Bolsonaro, em nove meses de mandato não apresentou nenhuma política para que isso possa ocorrer.  Pelo contrário, ao promover o chamado saque aniversário do FGTS, Bolsonaro ameaça as linhas de créditos populares para o financiamento da casa própria e coloca em risco o Programa Minha Casa, Minha Vida. A privatização da Caixa Econômica Federal, se concretizada, também é algo que poderá impactar no setor”, destacou.

Representantes da ICM, da CUT/SP, e o deputado estadual Luiz Fernando Teixeira (PT),  também participaram dos debates realizados no Congresso da FSCM-SP.

 

A Federação

Fundada em 03 de outubro de 2009, a FSCM-CUT (Federação Solidária dos Trabalhadores da Indústria da Construção, do Mobiliário e da Madeira da CUT de São Paulo) foi criada para oferecer apoio às causas dos sindicatos da construção e da madeira filiados à CUT no Estado de São Paulo.

Em 2019, com 10 anos de atuação, a entidade se consolidou como um importante instrumento de luta e defesa dos trabalhadores dos setores representados.

 

Conheça a direção eleita no 3.º Congresso da FSCM-CUT

Josemar Bernardes André (presidente); Valdemir Oliveira (vice-presidente); Claudio Bernardo da Silva (secretário geral); Marcelo Ferreira dos Santos (tesoureiro); Amilton Mendes dos Santos (sec. de Assuntos Sindicais) Aloísio Costa (sec. de Organização); Luiz Carlos José de Queiroz (sec. de Formação); Edna de Almeida Santos (secretaria da Mulher Trabalhadora); Talel Soleiman Ismail (sec. de Esporte e Cultura); José Luiz Fernandes (sec. de Saúde e Segurança); Roberto de Oliveira Calado (2.º suplente da Diretoria Executiva); Ronaldo Batista dos Santos (3.º suplente da Diretoria Executiva); Voneide de Oliveira Santos (4.º suplente da Diretoria Executiva); Josefino Cândido de Oliveira (5.º suplente da Diretoria Executiva); Gildo de Sena (6.º suplente da Diretoria Executiva); Anderson Inácio da Silva (1.º Conselho Fiscal); Silvio Sérgio Ventura (2.º Conselho Fiscal); Jucelino Souza de Novais Junior (3.º Conselho Fiscal); José Adriano dos Santos (1.º suplente de Conselho Fiscal); Lindolfo Pereira Martins (2.º suplente de Conselho Fiscal); Paulo Antônio Junior (3.º suplente de Conselho Fiscal).

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Saúde e Segurança DIEESE Brasil Atual
NEWSLETTER

Digite seu e-mail para receber nossos informativos


CONTICOM

Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo SP | Telefone (0xx11) 3330-3668 - Fax (0xx11) 3330 3669