Twitter Facebook

CUT CONTICOM > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > BRASIL BATE RECORDE COM A CRIAÇÃO DE 2,52 MILHÕES DE EMPREGOS FORMAIS EM 2010

Brasil bate recorde com a criação de 2,52 milhões de empregos formais em 2010

20/01/2011

A economia do Brasil criou 2,52 milhões de empregos formais (com carteira assinada) em 2010(...)

Escrito por: Site do PT – publicado dia 18

A economia do Brasil criou 2,52 milhões de empregos formais (com carteira assinada) em 2010, um novo recorde na série histórica do Caged, que começou em 1992. O valor está dentro da meta estabelecida pelo governo para o período. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados ontem (18) pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

 

A melhor taxa anterior era a registrada em 2007, quando foram abertas 1,61 milhão de vagas. Mas em 2010, esse número ultrapassou a barreira de 2 milhões de empregos formais. Veja os dados completos aqui.

 

De acordo com o Ministério do Trabalho, a criação de empregos formais bateu recordes em seis dos 12 meses de 2010. O número foi o maior da história para os meses de janeiro a maio e agosto de 2010. Ao longo do governo Lula foram criados 15,04 milhões de novos postos de trabalho e o ministério prevê que sejam criados, pelo menos, três milhões de empregos formais no primeiro ano do mandato da presidenta Dilma Rousseff.

 

Os setores que apresentaram elevação no nível de emprego foram comércio (14.411) e serviços industriais de utilidade pública (557). A indústria de transformação foi o setor que apresentou a maior perda de postos de trabalho (152.987).

 

O levantamento por nível geográfico revela expansão do emprego em todas as grandes regiões e unidades da Federação. O Sudeste lidera com 1.276.903 postos e recorde em 3 estados; seguido pelo Nordeste, com 488.561 postos e recorde em 8 dos 9 estados; em terceiro lugar o Sul, com 444.713 postos e recorde em todos os estados; o Centro-Oeste com 178.242 postos e recorde em um estado; e o Norte, com 136.259 postos e recorde em um estado.

 

Para o líder do PT na Câmara, deputado Fernando Ferro (PE), a geração expressiva de empregos em 2010 é consequência do ritmo acelerado do crescimento econômico do país, experimentado no último ano. "Uma economia que cresceu em 2010 a 8% do PIB, necessariamente cria muitas oportunidades de geração de empregos", afirmou.

 

O líder petista também destacou os investimentos do Plano de Aceleração do Crescimento (PAC) em obras públicas, como grande propulsor na geração de novas oportunidades de trabalho.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Saúde e Segurança DIEESE CPN NR 18 Brasil Atual Compromisso Nacional - Aperfeiçoamento das Condições de Trabalho na Indústria da Consturção
NEWSLETTER

Digite seu e-mail para receber nossos informativos


CONTICOM

Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo SP | Telefone (0xx11) 3330-3668 - Fax (0xx11) 3330 3669